A Secretária Regional dos Transportes e Obras Públicas destacou hoje, na ilha Terceira, o empenho do Governo dos Açores e das empresas que operam na Aerogare Civil das Lajes na implementação das medidas de segurança impostas pela pandemia de COVID-19, para cumprir as orientações da Autoridade de Saúde.

Ana Cunha, em declarações aos jornalistas após visitar a aerogare, realçou “o empenho e aplicação” do Executivo regional e dos privados que operam nesta infraestrutura, “com vista à melhoria da sua operacionalidade, na sequência destes tempos que vivemos, que obrigam à implementação de medidas” na área de segurança.

A Secretária Regional indicou que estas alterações à organização da operacionalidade da Aerogare Civil das Lajes visaram, sobretudo, “uma readaptação da infraestrutura, com vista a aumentar a sua capacidade de embarque”, tal como no seu interior, “no sentido de disciplinar os fluxos dos passageiros”.

Neste sentido, Ana Cunha salientou, por exemplo, a implementação de medidas para impedir “o cruzamento das ligações ao exterior da Região com o interilhas”, que, segundo lembrou, “têm regras absolutamente diferentes”, assim como a necessidade de levar os passageiros para as zonas de rastreio, “com o maior conforto e da forma mais célere possível”.

A titular da pasta dos Transportes adiantou que estas medidas incluem uma melhoria no aumento de capacidade das portas de embarque, que passam a cinco, e pequenos investimentos, nomeadamente em equipamentos de segurança, como um Raio-X de porão.

Ana Cunha afirmou ainda que, com o retorno das ligações para o exterior por parte da SATA, o número de passageiros tem aumentado, indicando que, este domingo, “chegou o primeiro voo dos EUA e, portanto, tem sido uma logística nova, mas a primeira impressão é que tem corrido de forma adequada”.

A Secretária Regional referiu também que as obras no Terminal de Cargas da Aerogare Civil das Lajes estão a decorrer normalmente, tendo havido uma prorrogação do prazo para a conclusão da obra, a pedido do empreiteiro, na sequência da situação de pandemia.

“Não houve paragem, a obra continuou durante o período que decorreu de março até esta data”, explicou Ana Cunha, esperando-se que a obra esteja concluída no final do mês de agosto.

 

Praia da Vitória

Ilha Terceira

Notícias Regionais

Economia

Praia Links

Outras Notícias

Mundo

Sociedade

Saúde

Desporto

Música

Podcast