O Presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória, Tibério Dinis, felicitou, esta segunda-feira, os elementos das duas equipas da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários da Praia da Vitória, que terminaram o Campeonato Mundial de Trauma e Desencarceramento, realizado em França, nos terceiro e sexto lugares da geral, depois de terem vencido, em maio passado, o Campeonato Nacional.

“Estes resultados têm uma importância fundamental, até porque são saudável e positivamente repetidos, o que significa que, todos os anos, os Bombeiros da Praia da Vitória conseguem estar entre os melhores da elite mundial na prestação de serviços em situações de trauma”, afirmou.

No salão nobre dos Paços do Concelho, Tibério Dinis acompanhado pela Vereadora Raquel Borges, receberam os Bombeiros da Praia da Vitória que participaram na fase final da competição mundial, tendo a Equipa B (composta por Leonel Raimundo e Hugo Sales) alcançado o 6.º lugar na Prova Complexa e o 6.º na Geral, enquanto a Equipa A (composta por Bruno Espínola e Carlos Pacheco) alcançado o 1.º lugar na Prova Complexa e o 3.º lugar na Geral (equipas treinadas por Fernando Leite), acompanhados pelo Comandante da Corporação, Alexandre Cunha, e pelo Presidente da Direção da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários da Praia da Vitória, Luís Vasco Cunha.

Os Bombeiros da Praia da Vitória iniciaram a sua participação em competições desta índole em 2016, alcançando logo no ano de estreia o 4.º lugar da Geral, no Brasil; em 2017, voltaram a garantir apuramento para a fase final do mundial e, na África do Sul, subiram ao 2.º lugar mais alto do pódio; à terceira, foi de vez, ou seja, na Roménia, no ano seguinte, sagraram-se Campeões do Mundo de Trauma; este ano, depois de terem vencido o Campeonato Nacional da modalidade, realizado na Praia da Vitória, foram a única Corporação a conseguir incluir duas equipas na fase final do Mundial, realizado em França, nos passados dias 14 e 15 de setembro.

“Tem sido uma sequência feliz, quer para a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários da Praia da Vitória, como para todo o Concelho, uma vez que demonstra o que é fundamental, ou seja, o campeonato do dia-a-dia da prestação de serviços de cuidados de emergência, de saúde e trauma às populações da Praia da Vitória. Este é que é o motivo principal que justifica o trabalho diário, 24 sobre 24 horas, para que tenhamos sempre uma extraordinária e excelente resposta dos nossos bombeiros às populações”, salientou o Autarca praiense.

“Os resultados nestes campeonatos são o espelho do trabalho diário e representam uma espécie de certificação da qualidade mundial dos nossos bombeiros, que têm estado sempre entre os melhores do mundo, nos quatro anos seguidos que levam de participação”, acrescentou.


Mundial na Praia da Vitória em 2023

Para além do “orgulho” concelhio nos seus Bombeiros (pelos resultados obtidos nestas provas mundiais), para além da “excelência” da prestação de serviços à população, a Praia da Vitória regista “com grande satisfação” a decisão de organização da fase final do Campeonato Mundial, em 2023, na cidade.

Tibério Dinis destaque que esta “é mais uma organização de grande nível, que vai obrigar a que toda a dinâmica comunitária da Cidade e do Concelho se envolva nesta organização e que creio é um motivo de orgulho para todos os praienses”, até porque garante “três aspetos fundamentais”: a vertente “da promoção turística, pois, desde já, e até 2023, todos os bombeiros do mundo já falam da Praia da Vitória, da Ilha Terceira e dos Açores”; em segundo lugar, “por ser uma referência para a Cidade receber mais uma organização de carácter mundial, o que demonstra também a qualidade organizativa que se tem neste tipo de eventos na Praia da Vitória”; em terceiro lugar, porque “confirma a imagem da excelência do trabalho desenvolvido pelos nossos Bombeiros, pois a Cidade só recebe este Campeonato do Mundo porque tem uma equipa de bombeiros que está sempre no top mundial”.

A organização da fase final do Campeonato Mundial de Trauma e Desencarceramento, na Praia da Vitória, em 2023, foi anunciada pela WorldRescueOrganization, entidade responsável por esta competição, sendo que a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários da Praia da Vitória é a principal parceira da organização, “estando, naturalmente, a Câmara Municipal da Praia da Vitória disponível para prestar o apoio necessário a esta organização”, reforçou o Presidente do Município.

O Campeonato do Mundo de Trauma e Desencarceramento 2023 trará à Praia da Vitória as melhores equipas do mundo nestas duas vertentes de socorro e salvamento (estimando-se, a esta distância temporal, cerca de um milhar de pessoas, entre bombeiros e acompanhantes), bem como as melhores tecnologias de socorro disponíveis.

Época balnear de excelência

Presente nesta receção aos Bombeiros da Praia da Vitória esteve a Vereadora Raquel Borges, responsável, entre outras áreas, pela gestão das zonas balneares do Concelho, tendo aproveitado a oportunidade para “agradecer toda a colaboração, articulação e trabalho desenvolvido pela Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários da Praia da Vitória na gestão dos nadadores salvadores que prestaram serviços em todas as zonas balneares da Praia da Vitória, numa época balnear que ficou marcada pela excelência”.

Praia da Vitória

Ilha Terceira

Notícias Regionais

Economia

Startups

Outras Notícias

Sociedade

Saúde