Câmara Municipal da Praia da Vitória realoja preventivamente 3 famílias e encerra serviços municipais durante a quarta-feira

Na sequência do agravamento do estado do tempo e do mar devido à passagem do furacão Lorenzo, para o qual foram emitidos avisos vermelho, laranja e amarelo para o vento e agitação marítima entre as 21h00 de terça-feira, 01, e as 15h00 de quarta-feira, 02, a Câmara Municipal da Praia da Vitória, em articulação com o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA), com a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários da Praia da Vitória (AHBVPV) e o Serviço Municipal de Proteção Civil da Praia da Vitória (SMPCPV) decidiu:

- Ativar, a partir das 20h00 de terça-feira, 01 de outubro, o Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil da Praia da Vitória, centralizando no Serviço Municipal de Proteção Civil a gestão das ocorrências;

- Realojar, preventivamente, duas famílias residentes na freguesia de São Brás e uma família residente na freguesia das Fontinhas, tendo por base a avaliação de risco realizada localmente, por se tratarem de casos de risco elevado sinalizados;

- Encerrar todos os serviços municipais, excetuando os serviços operacionais imprescindíveis às possíveis ações de proteção civil a ocorrerem no Concelho.

No último comunicado do SRPCBA, decorrente do último comunicado do Instituto Português do Mar e Atmosfera (IPMA), mantém-se a previsão de trajetória do furacão Lorenzo, que deverá afetar o arquipélago com categoria 1, passando ligeiramente a oeste das Flores, mas provocando o agravamento significativo do estado do tempo, particularmente nos grupos Ocidental e Central.

No último comunicado, o IPMA prevê:

Grupo Ocidental – vento sueste rodando para noroeste com rajadas na ordem dos 190 km/h (com uma probabilidade de 40% de a rajada máxima ser superior a 200 km/h), chuva por vezes FORTE e ondas de sul, passando a sudoeste com altura significativa entre 10 a 15 metros, podendo a altura máxima de onda atingir os 25 metros.

Grupo Central - vento sudoeste com rajadas até 160 km/h, períodos de chuva e ondas de sudoeste passando a oeste com altura significativa entre 9 a 12 metros, podendo a altura máxima de onda atingir os 22 metros.

Grupo Oriental – vento sul rodando para oeste com rajadas até 100 km/h e ondas de sudoeste com altura significativa 7 a 9 metros.


A Câmara Municipal da Praia da Vitória mantém em estado de alerta, desde sexta-feira, o SMPCPV, que permanecerá ativo durante a noite de terça-feira e madrugada de quarta-feira, em articulação com o SRPCBA e a AHBVPV e demais autoridades para as eventualidades que se verificarem.

Apela-se a toda a população para as adequadas medidas de autoproteção e os cuidados a ter com bens e equipamentos, no sentido de se reduzirem as possíveis causas de acidentes perante o agravamento do estado do tempo.

O SMPCPV recomenda à população que guardem todos os objetos soltos nas suas propriedades e terrenos, que cortem ou podem árvores próximas, que apresentem risco de queda, desobstruam os sistemas de drenagem da sua casa e à volta dela, reforcem os mecanismos de fixação de estruturas e coberturas e elaborem com a sua família um kit de emergência, caso seja necessário.

As atualizações à informação ocorrerão, sempre que necessário, através das plataformas digitais do Município, nomeadamente a página de facebook

Praia da Vitória

Ilha Terceira

Notícias Regionais

Economia

Startups

Outras Notícias

Sociedade

Saúde