A Câmara Municipal da Praia da Vitória vai adotar a Cartilha da Sustentabilidade dos Açores, desenvolvida pelo Governo Regional dos Açores. O anúncio foi feito pelo vereador com o pelouro da Economia, Finanças, Turismo e Desporto, Tiago Ormonde, durante o Congresso Anual do Global Sustainable Tourism Council (GSTC), que termina sábado, 07, na Ilha Terceira.

Segundo o autarca, a adoção das ações impressas na Cartilha da Sustentabilidade dos Açores pretende “dar o exemplo para outros setores da importância do assunto, contribuir para a preservação das potencialidades locais e regionais e implementar boas práticas de sustentabilidade a bem das gerações futuras.

“É fulcral, enquanto Município, integrarmos uma gestão responsável e transparente a nível da implementação de boas práticas que contribuam para uma sociedade mais sustentável. Pretendemos reforçar o nosso trabalho na valorização das mais-valias da Praia da Vitória, sempre de forma consciente e apelando à preservação da natureza e das tradições culturais que o Concelho encerra”, explicou Tiago Ormonde

“O Turismo é uma das áreas estratégicas ao Desenvolvimento Sustentável, pelo que a envolvência das empresas, da sociedade civil e demais entidades na persecução de medidas sustentáveis e transversais às diferentes realidades sociais, constitui um dos pilares de mudança no sentido de garantir uma sociedade mais coesa”, referiu perante os participantes no evento.

“O Município da Praia da Vitória pretende, e tendo por base os objetivos gerais e propostos pela Cartilha, implementar ações nas vertentes social, ambiental, cultural e económica, no sentido de a nível local envolver a comunidade e contribuir para uma maior sustentabilidade”, disse.

A nível concreto os objetivos específicos que integram o Desenvolvimento Sustentável da Região são: erradicação da pobreza e da fome; saúde e educação de qualidade; igualdade de género; água potável e saneamento; energias renováveis e saneamento; trabalho digno e crescimento económico; indústria, inovação e infraestruturas; redução das desigualdades; cidades e comunidades sustentáveis; produção e consumo sustentáveis; ação climática; proteção da vida marinha e terrestre; paz, justiça e instituições eficazes; e o estabelecimento de parcerias para implementação de objetivos.


No Congresso, os Açores foram distinguidos como destino turístico sustentável, sendo o único arquipélago do mundo a obter este galardão e a primeira região de Portugal certificada nesse âmbito, atribuído pelo GSTC.

Para Tiago Ormonde, tal galardão deve ser visto como “um incentivo ao trabalho desenvolvido pelas mais diversas entidades locais e regionais”.

A Global Sustainable Tourism Council é uma organização não-governamental independente e neutra que congrega agências das Nações Unidas, ONGs, governos nacionais e regionais, DMCs, hotéis, operadores turísticos, pessoas e comunidades que se esforçam para alcançar as melhores práticas de Turismo Sustentável.

Praia da Vitória

Ilha Terceira

Notícias Regionais

Economia

Startups

Outras Notícias

Sociedade

Saúde