A Câmara Municipal da Praia da Vitória reabriu ao público a sua principal sala de espetáculos – o Auditório do Ramo Grande –, este domingo à noite, realizando o primeiro espetáculo desde o início da pandemia e assumindo-se como a primeira Autarquia na Região a cumprir todas as regras de segurança que permitiram o regresso dos artistas locais aos palcos com público.

Tibério Dinis, Presidente do Município, presente no espetáculo “De Volta”, fez questão de referir “todos os esforços e cuidados que artistas, público e funcionários da Cooperativa Praia Cultural fizeram para concretizar este espetáculo”, destacando a importância de “garantir apoio aos artistas locais e devolver uma certa alegria para ultrapassarmos estes tempos difíceis”.

Em declarações aos jornalistas, antes do início da atuação de 16 artistas locais, o edil reforçou a necessidade de “existir uma estratégia de apoio à cultura local para apoiar os nossos artistas”, sublinhando que foram cumpridas “todas as recomendações das autoridades de saúde e das entidades culturais” competentes, para salvaguardar a saúde pública e a segurança de todos os presentes.

“Este é o primeiro espetáculo cultural a ser desenvolvido nos Açores desde o início da pandemia, e está a sê-lo com todos os cuidados. O Auditório do Ramo Grande está com a sua capacidade de lotação muito reduzida para que se possa garantir e manter o devido distanciamento social. Existem corredores definidos para entradas e saídas, desinfetantes e sinalética que asseguram o distanciamento social”, acrescentou.

Tibério Dinis lembrou ainda que, “mesmo durante os tempos mais complicados da pandemia” provocada pelo novo coronavírus, “a Câmara Municipal da Praia da Vitória nunca deixou de apoiar os artistas locais”, referindo a realização de um programa, desenvolvido em parceria com a Azores TV – VITEC, “onde muitos foram convidados a participar”.

Anunciando a retoma da programação cultural, “em moldes relativamente normais”, o autarca praiense salientou a intenção de “querer apoiar os artistas locais”, ao mesmo tempo que se contribuiu para “dar uma nova confiança e uma nova alegria a todos, público e artistas, visando o desenvolvimento sociocultural”, porque, disse, “só assim podemos ultrapassar estes tempos difíceis com confiança e, acima de tudo, abrangendo todos os setores e a cultura não pode ficar para trás”.

A retoma cultural na Praia da Vitória vai manter sempre o estrito cumprimento das recomendações das autoridades de saúde, nomeadamente a preocupação quanto ao distanciamento social e uso obrigatório de máscara, higienização e etiqueta respiratória, sendo que o Auditório do Ramo Grande continuará muito reduzido na sua lotação.

Elogiando o trabalho dos artistas que subiram ao palco, “sob a batuta do Luís Gil Bettencourt”, Tibério Dinis assumiu que “é importante darmos o máximo apoio aos artistas locais, porque eles não podem estar sem qualquer atividade e sem qualquer rendimento”.

Na noite deste domingo subiram ao palco do Auditório do Ramo Grande no concerto designado “De Volta”, nomes como Maria Bettencourt, André Gomes, Gabriel Silva, Joana Pacheco, Rodrigo Lucas, Paulo Cunha, Sónia Pereira, João Pedro Santos, Lava Brass Quintet, António Bulcão, Judite Parreira, Duo Cordibus, Gonçalo Fouto, Wave Jazz Ensemble, Alunos da Vitorino e Luís Gil Bettencourt.

Praia da Vitória

Ilha Terceira

Notícias Regionais

Economia

Praia Links

Outras Notícias

Mundo

Sociedade

Saúde

Desporto

Música

Podcast