A Câmara Municipal da Praia da Vitória, através do Gabinete da Empresa, organiza, de 15 de fevereiro a 20 de março, o Sorteio da Primavera, que abrange o comércio local, atribuindo mais de dez mil euros em prémios. O concurso decorrerá em moldes idênticos ao Sorteio de Natal, sendo os vencedores revelados no dia 24 de março, num transmissão em direto nas redes sociais.

Para Tiago Ormonde, vereador da Câmara Municipal com o pelouro da dinamização económica, o concurso é mais um contributo para a promoção do consumo no comércio local do Concelho.

“Analisámos os resultados do Sorteio de Natal e entendemos que este tipo de ações gera alguma atratividade. Por isso, no âmbito da nossa estratégia de dinamização comercial, pretendemos organizar um sorteio a cada trimestre, ajudando os nossos comerciantes e sensibilizando os praienses para que derivem uma parte do seu plafond de compras para o nosso comércio local. Se cada um de nós se preocupar em comprar uma parte do que necessita nos estabelecimentos do comércio tradicional, estaremos todos a proteger a nossa economia, o emprego que ela gera e, por inerência, o desenvolvimento da nossa terra”, ressalva o autarca.

“É fundamental que cada um de nós interiorize: se cada um fizer uma parte das suas compras cá, estamos a proteger o nosso futuro, o nosso e o dos nossos filhos e netos”, sublinha Tiago Ormonde.

O Sorteio da Primavera insere-se na estratégia municipal de dinamização do comércio local. Nesta insere-se ainda a divulgação este mês, em todas as casas da ilha, do folheto VitÓria, que apresenta produtos disponíveis nas lojas do comércio aderente ao programa.

“Além disso, pretendemos avançar com mais campanhas de promoção e incentivo ao consumo local”, adianta Tiago Ormonde.

No Sorteio de Primavera estarão em jogo 20 prémios (10 para as senhas vermelhas e 10 para as senhas verdes). Os prémios vão desde vales de compras no valor de 2000 euros (equipamentos e produtos de decoração) e de 700 euros (produtos alimentares e de uso doméstico), equipamentos informáticos, objetos de ourivesaria, serviços de estética, ferramentas entre outros.

“A ideia é atribuir prémios que pudéssemos adquirir no comércio local, numa estratégia de apoio em várias frentes e de várias formas. Será, aliás, essa a opção: criar ações que incentivem ao consumo no comércio local e, quando for possível, garantir que os custos dessas ações sejam gastos no mesmo comércio”, explica.

“É fundamental continuarmos a apostar em atividades que promovam o crescimento económico da nossa Cidade e, por essa via também, enaltecermos a persistência e a determinação com que os nossos comerciantes superam as adversidades”, reforçou Tiago Ormonde.

 

Praia da Vitória

Ilha Terceira

Notícias Regionais

Economia

Praia Links

Outras Notícias

Mundo

Sociedade

Saúde

Desporto

Podcast