São oito os projetos candidatos ao “Prémio Empreendo o Meu Negócio”, cuja ação decorreu entre 13 de maio a 18 de junho, em Ponta Delgada, e que contou com a participação de 15 interessados.

As candidaturas apresentadas abrangem as áreas de Segurança e Saúde no Trabalho, estética e bem-estar, turismo, ambiente, apoio social e design.
Às cinco candidaturas escolhidas, por um júri constituído para o efeito, será atribuído um valor unitário de 3.500 euros que integrará o capital das empresas a criar e cujos projetos estiveram a concurso, dando assim cumprimento ao objetivo prioritário da medida "Empreendo o Meu Negócio", que visa a criação de empresas.

O “Empreendo o meu Negócio” destina-se a indivíduos desempregados, com escolaridade mínima obrigatória, inscritos nas Agências para a Qualificação e Emprego da região, podendo ser extensível a alunos universitários de cursos de licenciatura, mestrado ou doutoramento, ou jovens com interesse em desenvolver uma atividade económica no âmbito das Indústrias Criativas, que pretendam levar por diante a criação de uma empresa.

Poderão também participar às ações do “Empreendo o meu Negócio” os empresários do ramo do artesanato e empresários de micro, pequenas e médias empresas – PME, que pretendam adquirir competências na área da gestão de empresas.

Esta ação, promovida pela Vice-Presidência do Governo e organizada pela Sociedade para o Desenvolvimento Empresarial dos Açores (SDEA), em parceria com a CRESAÇOR, visa proporcionar conhecimentos na área empresarial e a criação de empresas com vista à exploração do potencial económico dos recursos endógenos dos Açores.

FONTE:SDEA

Praia da Vitória

Ilha Terceira

Notícias Regionais

Economia

Startups

Outras Notícias

Sociedade

Saúde