A Câmara de Comércio de Angra do Heroísmo (CCAH) congratulou-se hoje com o anúncio da realização de um voo direto entre a ilha Terceira (Açores) e Toronto (Canadá) no inverno, alegando que permitirá combater a sazonalidade.

"Esta ligação, há muito revindicada pela associação empresarial, está direcionada para um segmento de turistas com elevado potencial, dada a sua dimensão, laços afetivos das comunidades açorianas e características socioeconómicas", afirmou a direção da CCAH, num comunicado de imprensa.

O Governo Regional dos Açores anunciou hoje que a companhia aérea açoriana Azores Airlines, do grupo SATA, iria estender a operação entre a Terceira e Toronto ao inverno, em 2019 e 2020.

"A partir do próximo dia 05 de dezembro será iniciada uma operação aérea de ligação entre Toronto e a Terceira. Esta operação é levada à prática pela Azores Airlines e decorrerá até ao dia 22 de outubro de 2020", adiantou a secretária regional dos Transportes e Obras Públicas, Ana Cunha, em Angra do Heroísmo, numa conferência conjunta com a secretária regional da Energia, Ambiente e Turismo, Marta Guerreiro.

A direção da Câmara de Comércio de Angra do Heroísmo, que representa empresários das ilhas Terceira, São Jorge e Graciosa, defendeu que a ligação direta a Toronto "permite combater a sazonalidade do destino" e a "manutenção e criação de novos postos de trabalho no setor".

"A CCAH faz, agora, votos para que a nova ligação seja acompanhada de um investimento na promoção externa, possibilitando a manutenção das rotas existentes e abrindo possibilidade de novas ligações", frisou.

No total, serão realizadas entre dezembro de 2019 e outubro de 2020 mais 30 rotações do que em igual período no ano anterior, o que corresponde a mais 11.160 lugares e a um aumento de 176%.

"Serão oferecidas 47 rotações, correspondendo a 94 voos entre Toronto e a Terceira, 17 dos quais no inverno e 30 no verão", avançou a secretária regional dos Transportes, acrescentando que no total serão disponibilizados 17.484 lugares.

O executivo açoriano vai ainda lançar um concurso público para a realização de ações de 'marketing' e de promoção do destino junto do mercado canadiano, mas não são conhecidos ainda os valores do investimento.

Nos primeiros três meses de 2019, a ilha Terceira registou uma quebra de 17,3% nas dormidas nos diversos tipos de alojamento existentes, contrariando o crescimento de 11,4% registado em média no arquipélago.

A descida, criticada por empresários e partidos da oposição, é justificada sobretudo com a suspensão dos voos diretos entre a Terceira e Madrid (Espanha), que será "retomada ainda este ano", segundo a secretária regional da Energia, Ambiente e Turismo.

Praia da Vitória

Ilha Terceira

Notícias Regionais

Economia

Startups

Outras Notícias

Sociedade

Saúde