A Câmara Municipal da Praia da Vitória assinalou, esta quarta-feira, o Dia Mundial do Ambiente, através da realização de várias atividades, com cerca de duas centenas de crianças, na zona do Paul da cidade, destacando a qualidade e sustentabilidade ambiental do Concelho.
“A sustentabilidade ambiental constitui uma responsabilidade cívica, devendo ser promovida por todos os cidadãos no sentido de salvaguardar o futuro das gerações vindouras”, disse Raquel Borges, Vereadora do Município, que acompanhou as iniciativas comemorativas da efeméride.
A Câmara Municipal da Praia da Vitória em parceria com a Divertiláxia, com as valências educativas da Santa Casa da Misericórdia da Praia da Vitória e as várias escolas do primeiro ciclo do Concelho, chamaram a atenção, através de realização de jogos, observação de aves, atividades vocacionados para a importância de boas práticas (como a reciclagem), para a importância da preservação ambiental, tendo em vista a sustentabilidade futura.
O concelho da Praia da Vitória tem merecido diversos galardões e distinções em matérias ambientais, nomeadamente, o galardão da Bandeira Azul atribuídas às zonas balneares e o projeto de recuperação dos pauis (projeto congratulado com o prémio de Município do Ano 2018, reconhecendo a sua qualidade ambiental).
Segundo a Vereadora Raquel Borges, “A Câmara Municipal da Praia da Vitória tem apostado na concretização de iniciativas de educação ambiental, com vista a incutir na população um conjunto de valores que leve à adoção de determinados comportamentos de boas práticas ambientais, não pondo em causa a qualidade de vida, nem comprometendo a das futuras gerações”.
Esta quarta-feira, o público mais jovem foi informado da importância destes novos comportamentos, através da realização de atividades como jogos de tabuleiros, observação de aves, jogos para despertar os sentidos, atividades lúdicas e pedagógicas ligadas à reciclagem e à utilização dos ecopontos e atividades de descoberta na floresta.
“As crianças constituem o público-alvo das ações de sensibilização ambiental, considerando a facilidade desta faixa etária em assimilar novos conceitos e adotar novos comportamentos pelo que juntar diversas entidades ligadas à área do ambiente, com o intuito proporcionar uma troca de experiências e incutir, nos mais jovens, valores de respeito e preservação ambiental é tarefa que a Câmara Municipal não abdica”, finalizou a Vereadora.
Para além do trabalho de qualidade ambiental desenvolvido nas zonas balneares (e que levam a que a Praia da Vitória seja o Concelho dos Açores com mais Bandeiras Azuis da Europa), a continuidade do projeto Life CWR (de recuperação dos pauis da Praia da Vitória, Belo Jardim e Cabo da Praia), bem como a participação em outros programas como o “Eco-Escolas” são metas traçadas no sentido da valorização e da sustentabilidade ambiental do Concelho.

Praia da Vitória

Ilha Terceira

Notícias Regionais

Economia

Startups

Outras Notícias

Sociedade

Saúde