A Diretora Regional do Turismo sublinhou a importância da Atlantis Cup - Regata da Autonomia, que considerou ser “um verdadeiro tributo ao Mar”, com notoriedade a nível internacional, o que contribui “para promover os Açores e para projetar o arquipélago como destino de náutica de recreio”.

“Esta regata assume-se como o maior evento de vela de cruzeiro realizado na nossa Região, sendo também um dos grandes momentos de convívio e de confraternização entre os amantes da vela nas ilhas por onde passa”, frisou Marlene Damião, que falava terça-feira, na Horta, na entrega de prémios desta regata.

A Diretora Regional salientou que “o turismo náutico é, sem dúvida, um produto prioritário que dignifica a oferta turística dos Açores, enquanto destino de turismo de natureza, porque se desenvolve de uma forma sustentável e não predadora dos recursos naturais”, acrescentando que “tem sido muito importante o papel e o empenho dos clubes navais na promoção dos desportos náuticos, de recreio ou de competição”.

Marlene Damião referiu que a Regata da Autonomia tem procurado ao longo dos anos “ser também um elo de ligação entre as ilhas, congregando a participação de todos aqueles que encontram neste evento a melhor forma de competir, mas também de conviver”.

“Desde sempre que este importante acontecimento se associa à Semana do Mar, um dos mais populares festivais de verão dos Açores, sobretudo entre os adeptos das atividades ligadas ao mar”, acrescentou.

Na ocasião, a Diretora Regional destacou o “empenho e dedicação” do Clube Naval da Horta, enquanto entidade organizadora desta prova.

“Ao longo de muitas décadas, tem promovido a divulgação dos Açores por via deste grande e importante recurso que é o mar, realizando anualmente diversas atividades e eventos de renome internacional”, afirmou Marlene Damião, agradecendo também “o trabalho que todos os anos faz em prol da promoção dos Açores por via de iniciativas que fazem do mar o seu palco principal”, enquanto “elemento importantíssimo da nossa identidade, que nos distingue e nos faz olhar para o futuro com confiança”.