A secretária da Cultura, Ciência e Transição Digital do Governo dos Açores, Susete Amaro, anunciou hoje que o executivo vai aumentar em 15% o valor protocolado com os Centros de Ciência da região.

“A atual revisão do protocolo representa um aumento de cerca de 15% face aos anteriormente acordados, repondo o vencimento dos colaboradores dos Centros de Ciência, que havia sido reduzido em 2013”, assinala o governo açoriano em comunicado de imprensa, não especificando, contudo o valor em causa.

Susete Amaro visitou hoje o Observatório Astronómico de Santana, na Ribeira Grande, em São Miguel, onde presidiu à assinatura de protocolos de cooperação com os Centros de Ciência.

Posteriormente, o gabinete da governante esclareceu à Lusa que o protocolo representa um valor fixo de 720 mil euros.

A esse valor de 720 mil euros, poderão ser alocados mais 96 mil euros, mediante objetivos.

PUB

CONTINUAR A LER

No comunicado, o Governo Regional, de coligação PSD/CDS-PP/PPM, acrescenta que “em termos absolutos, o valor alocado aos Centros de Ciência terá um aumento potencial de 30%”.

“Perante a dificuldade e instabilidade dos tempos que se atravessam, o Governo Regional decidiu aumentar o seu investimento nos Centros de Ciência, revelando uma vez mais a importância que detêm na promoção do conhecimento científico na Região”, afirmou Susete Amaro, citada na nota de imprensa.

A governante anunciou ainda o lançamento do RECCA 2030, a “nova plataforma de articulação, comunicação e apoio” aos Centros de Ciência.

Segundo disse, aquela plataforma vai prestar “um serviço público de qualidade no âmbito da educação, formação e divulgação científica e tecnológica e um maior envolvimento da sociedade civil na ciência”.