Este ano com uma versão online, o Collision conta com a participação de 75 start-ups portuguesas. Esta conferência que reúne a indústria tecnológica mundial, realiza-se de 23 a 25 de junho.

Dos mesmos organizadores do Web Summit (WS), o Colision que anualmente leva ao Canadá milhares de empreendedores e conferencistas da área tecnológica de todo o mundo, este ano rendeu-se ao mundo digital devido à pandemia provocada pela Covid-19. Ou seja, este ano tem a particularidade de acontecer online o que levou a alterar a designação do evento para Collison from Home.

Realiza-se de 23 a 25 de junho próximo e vai contar com a participação de mais de 350 speakers, distribuídos por diferentes conferências e workshops, assim como de centenas de investidores, start-ups e parceiros de negócios.

Presentes estarão também 75 start-ups portuguesas que no ano passado participaram no Web Summit em Lisboa e que agora foram convidadas pela organização para integrar o Collision from Home 2020. Representam uma grande variedade de setores e indústrias, e são um testemunho do espírito empreendedor vibrante que se vive em Portugal, refere a organização do evento em comunicado.

João Borga, diretor da Startup Portugal, e parceiro do WS no programa Road to Web Summit (que seleciona as start-ups que participam no evento), congratulou-se pelo facto de o Collision poder proporcionar às start-ups portuguesas “a oportunidade de fazer parte de um evento global desta escala. Nós vimos como em eventos anteriores como estes, as start-ups regressaram com experiência mais rica e com contactos que as ajudarão a avançar.”

O Collison deverá regressar a Toronto como evento físico em junho do próximo ano.