São Francisco, Nova Iorque e Londres figuram no top três das cidades com os melhores ecossistemas de start-ups do mundo, segundo a mais recente edição do StartupBlink. Seguem-se Boston e Los Angeles. Portugal ocupa a 85.ª posição.

O ranking do StartupBlink coloca São Francisco como a cidade com o melhor ecossistema de start-ups do mundo, seguindo-se Nova Iorque e Londres. De acordo com os autores do StartupBlink, os EUA continuam a liderar, graças ao seu robusto ecossistema de inovação. Figuram também no topo dos 10 primeiros a China, Israel e Alemanha. O Brasil entrou no top 20, ocupando o 18.º lugar.

A região europeia tem um total de 339 ecossistemas de start-ups (de 45 países). Composta principalmente por nações de alta rendimento, a região possui seis países no Top 10 Global. Não houve grandes variações entre os melhores desempenhos da região, embora haja dois aumentos e uma diminuição que vale a pena mencionar: Alemanha (que subiu cinco pontos) ficou em 2.º lugar, a Lituânia (subiu de 3 para 15.º) e a Suécia (caiu de 3 para 10). Quanto às cidades, a União Europeia possui apenas uma nos 10 principais ecossistemas classificados: a Alemanha. Portugal ocupa o 85.º lugar, descendo 18 posições.

O StartupBlink analisa os ecossistemas com base no número de start-ups, na sua qualidade e no ambiente de negócios. O ranking é baseado em dados de mais de 60 mil start-ups, mais de 14 mil espaços de coworking e 100 influenciadores globais de 1000 cidades de 100 países.