O Prémio Empreendedorismo e Inovação do Crédito Agrícola está preparar a sua oitava edição. As candidaturas são até 16 de julho e procuram-se projetos inovadores.

Já está em preparação a oitava edição do Prémio Empreendedorismo e Inovação do Crédito Agrícola este ano com três categorias abertas a concurso público. São elas categoria Agro-indústria 4.0, para premiar soluções tecnológicas digitais que promovam a otimização da produção e a gestão eficiente de recursos: a de Biotecnologia e Bioeconomia, destinada a projectos que desenvolvam soluções biotecnológicas que respeitem os princípios da economia circular e da bioeconomia; e a categoria Produtores Inovadores que se destina a produtores agrícolas ou florestais que incorporem tecnologias ou desenvolvam modelos de negócio inovadores e sustentáveis. Todas elas alinhadas com as prioridades nacionais e europeias de apoio à inovação no setor e com a estratégia do Crédito Agrícola. As candidaturas podem ser efetuadas até dia 16 de julho.

Este ano está em causa um prémio monetário de cinco mil euros para o vencedor de cada uma das categorias a concurso. Simultaneamente serão atribuídos também duas distinções de reconhecimento especial, igualmente no valor de cinco mil euros. O melhor projeto de Inovação em Parceria e Projeto de Elevado Potencial promovido por um Associado Crédito Agrícola, serão os premiados.

O projeto de carácter inovador desenvolvido por um Jovem Empresário Rural, que se destaque entre os candidatos à categoria Produtores Inovadores, ganhará uma Menção Honrosa no valor de 2500 euros.

Esta edição do Prémio Empreendedorismo e Inovação do Crédito Agrícola conta ainda com a participação da ANI – Agência Nacional de Inovação, que atribuirá a distinção Born From Knowledge Awards, ao projeto finalista no conjunto das três categorias, considerado o “melhor exemplo de projeto nascido do conhecimento”.