A presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória, Vânia Ferreira, considera que a reedição dos dois volumes do livro “Freguesias da Praia”, da autoria de Pedro de Merelim, garante a sobrevivência do legado histórico e cultural e a perpetuação do conhecimento da obra pelas atuais e futuras gerações.

Intervindo na apresentação da reedição da obra, que decorreu na quarta-feira, 03, integrada no Outono Vivo, a autarca praiense sublinhou o testemunho enriquecedor das “vivências de um povo” presente no livro.

“Este livro é extremamente rico, dado que retrata as vertentes históricas, culturais, sociais e económicas vividas nas freguesias que integram o concelho da Praia da Vitória, relatando as particularidades da identidade praiense. Um legado, histórico e cultural, inevitavelmente único e muito importante na preservação da nossa herança enquanto povo”, destacou Vânia Ferreira.

“Quatro décadas após a publicação, hoje, no Outono Vivo, apresentamos a sua reedição. Da edição original para esta reedição, destacamos que a Praia da Vitória agora é cidade, as Lajes ascenderam a vila e o Porto Martins delineou as suas fronteiras próprias. Deste modo, a obra foi atualizada no sentido de corresponder às alterações entretanto vigentes”, acrescentou.

“Acreditamos na necessidade de valorizarmos o que é nosso enquanto povo e o facto de o fazermos nesta altura foi com o intuito de destacarmos, acima de tudo, o conceito de açorianidade e despertarmos a comunidade e nós próprios, com o apoio do Instituto Histórico da Ilha Terceira, para as nossas tradições, saberes e formas de estar, que, no fundo, são o que nos define enquanto comunidade”, concluiu.

A reedição da obra de Pedro Merelim, “Freguesias da Praia”, foi organizada pelo Instituto Histórico da Ilha Terceira, contando com o apoio da Câmara Municipal da Praia da Vitória

PUB

Praia da Vitória

Ilha Terceira

Notícias Regionais

Economia

STARTUPS

Outras Notícias

Saúde