O secretário do Mar e Pescas do Governo dos Açores, Manuel São João, enalteceu hoje a sustentabilidade da pesca no arquipélago e defendeu que as regiões ultraperiféricas devem ter um “tratamento diferenciado” no acesso aos apoios comunitários.

Em declarações à agência Lusa, após ter visitado o porto de Rabo de Peixe, em São Miguel, acompanhado pela presidente da região francesa de Reunião, Huguette Bello, Manuel São João defendeu que as regiões ultraperiféricas (RUP) têm “problemas específicos” que exigem “maior atenção” por parte da União Europeia.

“As nossas artes da pesca, na sua totalidade, são de grande sustentabilidade. São muito seletivas. É isso que queremos fazer ver ao Conselho Consultivo das RUP para, depois, todos juntos, tentarmos reivindicar um tratamento diferenciado junto da Comunidade Europeia”, afirmou.

O secretário regional do executivo açoriano (PSD, CDS-PP, PPM) considerou que deve existir uma “atenção especial” quanto às “condicionantes” das RUP.

“As RUP têm problemas vários de distância dos grandes centros, nomeadamente com os transportes. No caso dos Açores, importamos matérias-primas e, depois, exportamos o produto final. Tudo isto acarreta dois transportes”, declarou.

PUB

CONTINUAR A LER

São João recordou que o Programa de Opções Específicas para fazer face ao Afastamento e à Insularidade (POSEI), da Comissão Europeia, “não cobre integralmente as despesas” da indústria piscatória na região.

O secretário regional realçou que os Açores estão a “fazer uma aposta na transformação de pescado”, exemplificando com a nova fábrica da conserveira Conseran que vai ser instalada na ilha do Pico.

“Se não houver atenção à importação que é necessária (porque não temos matéria-prima suficiente) nas nossas indústrias transformadoras, ficamos numa situação de concorrência desleal face às unidades fabris do continente”, concluiu.

Na próxima quinta-feira e até sexta, vai decorrer, em Ponta Delgada, a XXVI Conferência dos Presidentes das Regiões Ultraperiféricas.

Praia da Vitória

Ilha Terceira

Notícias Regionais

Economia

STARTUPS

Outras Notícias

Saúde