A história da cidade da Praia da Vitória está intimamente ligada com a da freguesia de Santa Cruz, onde se encontra a sede do Município. Desde o povoamento, que a Praia tem desempenhado um papel de destaque na história da ilha. Aqui se estabeleceu a primeira capitania (1456 a 1470) comandada por Jácome de Bruges. Foi proclamada Vila em 1480, ao tempo de Álvaro Martins Homem. 

Durante a regência espanhola, D. António Prior do Crato, aquando do seu desembarque na Praia em 1582, foi aclamado rei. No final do domínio filipino (1580-1640), Francisco Ornelas da Câmara teve como missão a aclamação real e restauração da soberania portuguesa no arquipélago e, a 24 de Março de 1641, no adro da Matriz, aclamou D. João IV como rei de Portugal. 

Aquando da Guerra Civil Portuguesa (1828-1834), a Praia que tomou o partido dos liberais, e foi alvo da batalha de 11 de Agosto de 1829. Em resultado disso, a 12 de Janeiro de 1837, a rainha D. Maria II outorgou os títulos "Mui Notável" e “da Vitória” à Praia. 

Graças ao empenho do Conselheiro José Silvestre Ribeiro, a cidade foi reconstruída após o terramoto de 15 de Junho de 1841, a segunda “Caída da Praia”. Desde então, foi-se registando um desenvolvimento progressivo da cidade, mais significativo a partir da chegada dos Ingleses e Norte Americanos na década de 40, durante a II Guerra Mundial. A 20 de Junho de 1981, à Vila foi atribuída a categoria de Cidade. Santa Cruz estende-se por uma área de 30,15 km², tendo na atualidade cerca de 6 690 habitantes (2011). Constituída pelos curatos de Casa da Ribeira, Santa Luzia, Santa Rita e Juncal.

 

ATENÇÃO

Actividade Económica

No result...

Ilha Terceira

Cultura na Praia da Vitória

No result...

Juntas de Freguesia da Praia da Vitória

No result...

Ambiente na Praia da Vitória

No result...

Associativismo na Praia da Vitória

No result...

Solidariedade Social na Praia da Vitória

Juventude na Praia da Vitória

No result...